O que é estenose de carótida?

A estenose de carótida é uma doença caracterizada pela depósito de gordura na parede interna da artéria carótida, localizada na região cervical e principal responsável pela irrigação sanguínea do cérebro. Este depósito de gordura leva à formação da chamada placa de ateroma, provocando obstrução do fluxo sanguíneo (estenose).

QUAIS SÃO OS SINTOMAS E RISCOS DESTA DOENÇA?

Esta doença geralmente é silenciosa, porém com o tempo a placa pode sofrer necrose, com liberação de fragmentos e trombos na circulação, que irão se alojar no cérebro causando obstruções arteriais.

Dependendo da tamanho e localização da artéria cerebral onde os trombos se alojarem, podem ocorrer duas manifestações clinicas principais:

  • Ataque Isquêmico Transitório (AIT): nesta situação o paciente apresenta quadro semelhante a um derrame, com confusão mental, paralisia de braço e perna de um lado, desvios da face e dificuldade para falar; porém estes sintomas apresentam resolução espontânea (sem nenhum tratamento) no prazo máximo de 24 horas. Geralmente os sintomas revertem dentro de alguns minutos ou horas.
  • Acidente Vascular Cerebral (AVC ou Derrame): Os sintomas são exatamente os descritos acima, porém não apresentam resolução sem tratamento específico. Se não tratado, geralmente deixa o paciente com sequelas definitivas.

ENTÃO NÃO PRECISO DE TRATAMENTO SE TIVER OS SINTOMAS DO AIT, JÁ QUE ELE SE RESOLVE SOZINHO?

Não. Este quadro clínico é uma espécie de aviso que algo pior está prestes a acontecer. Geralmente ele é seguido de um derrame, com sequelas definitivas se não tratado. Caso apresente estes sintomas deve procurar uma emergência para a realização de exames imediatamente, pois não há como diferenciar entre o AIT e AVC sem a realização de exames. Se detectado a presença de estenose carotídea, deverá ser avaliado por cirurgião vascular especializado.

Se os sintomas já tiverem sido resolvidos, ainda assim deve procurar uma emergência para a realização de exames especializados.

QUAL É O EXAME MAIS INDICADO PARA O DIAGNÓSTICO DESTA DOENÇA?

É o EcoDoppler em cores das carótidas. Exame muito parecido com o Ultrassom, porém com a capacidade de medir o fluxo nas artérias. É um exame indolor e sem contra indicações.

O QUE DEVO FAZER PARA PREVENIR O APARECIMENTO DESTA DOENÇA?

Como qualquer placa de ateroma, os principais fatores de risco para o aparecimento da doença são: fumo, diabetes, colesterol alto, sedentarismo e obesidade.

Controlando este fatores de risco através de hábitos de vida saudável você estará diminuindo significativa a chance de aparecimento da estenose carotídea.

JÁ FIZ O EXAME E FOI DETECTADO A PRESENÇA DESTA DOENÇA. TENHO QUE OPERAR?

Se o paciente já apresentou os sintomas descritos acima é bem provável que a cirurgia esteja indicada, se a estenose for superior a 70% e apresentar condições clinicas e cardiológicas para a realização da cirurgia.

No entanto, existe a situação onde o paciente detectou a presença desta doença durante a realização de “check up”, porém nunca apresentou nenhum sintoma. Neste caso a cirurgia só esta indicada em paciente com estenoses superiores a 80%, com boa expectativa de vida e se tiverem boas condições clinicas e cardiológicas para a realização da cirurgia.

Não tem sentido realizar este tipo de cirurgia em pacientes com doenças neurológicas avançadas, com outras doenças graves ou muito idosos e com expectativa de vida reduzida.

A decisão em operar ou não esta doença deve ser compartilhada entre um cirurgião vascular especializado, o paciente e a família. O aconselhamento com o profissional correto é fundamental.

O MEU CASO NÃO SE ENCAIXA NAS SITUAÇÕES DESCRITAS ACIMA. COMO DEVE SER O TRATAMENTO?

Neste caso o seu tratamento deve ser clínico, com controle dos fatores de risco e uso de algumas medicações.

As medicações indicadas são: AAS e estatinas (medicação para colesterol). Estudos demonstraram que estas medicações diminuem a probabilidade de desprendimento dos fragmentos que irão se alojar nas artérias do cérebro. Sendo assim, se não houver nenhuma contra-indicação, estas medicações devem ser utilizadas.

PORÉM NUCA USE ESTAS MEDICAÇÕES SEM ANTES CONSULTAR UM ESPECIALISTA, POIS COMO QUALQUER MEDICAÇÃO ELAS TAMBÉM PODEM CAUSAR PROBLEMAS.

Dr Marcio Filippo